domingo, 23 de outubro de 2016

Brokeman's half marathon

Lá vem mais um relato de uma corrida com umas semanitas de atraso...

No passado dia 2 de Outubro fui fazer mais uma sessão de teste para ver como as pernas têm andado a responder aos treinos, mas as ainda antes de entrar na prova e nas confusões dentro dela houve outras ainda antes da partida que têm de ser reportadas.

Ora 2 dias antes da prova depois de um treino mais rápido senti um incómodo na zona da virilha e decidi abrandar um pouco para ver como evoluia a situação até ao dia da prova. Apesar das melhorias ainda sentia algum incómodo pelo que depois de chegar à prova perguntei se podia alterar a minha participação para a distância mais pequena:  14.5 km (que pensei que fossem apenas 9).

Disseram que podia fazer isso e que ia começar no grupo que arrancava 5 minutos depois da meia maratona e que no final bastava avisar ao pessoal da linha de chegada que tinha havido uma alteração.

Aproveitando o facto de já vir meio quente por fazer o percurso até à prova de bicicleta dei mais umas corridas e esperei o início da minha prova.

Dada a partida isolei-me com outro atleta e lá começámos o 1º km a ritmo bem mais rápido daquilo que eu inicialmente pretendia (na casa dos 3:30 / km). Depois de 2 segundos de hesitação deixei-o ir para a frente e eventualmente o ritmo baixou ligeiramente comigo sempre a cerca de 20/30 metros dele. Entretanto, começámos a apanhar o pessoal da meia-maratona e ao berros para nos darem um caminho porque o percurso era estreito e toda a gente se dispunha ao longo da estrada. Até aos cerca de 5 km foi sempre a ultrapassar malta da meia (cada vez mais espaçada) e sempre com o outro atleta em ponto de mira.

O percurso não era particularmente díficil mas tinha alguns ligeiros sobes e descer que iam massacrando as pernas. Além disso na zona onde eu treino é do mais plano possível e sempre que há alguma subida em provas isso reflecte-se na dificuldade em manter o ritmo...

A prova foi decorrendo e aos 10 km ainda íamos ultrapassando alguns atletas da meia maratona, mas nunca mais vinha o ponto de retorno para regresso à meta. Ao 12 km vou ver o mapa do GPS para ver se a volta que estamos a dar iria desembocar na meta (algo que apesar da minha pouca habilidade para me situar me parecia que não iria suceder). Logo ali confirmei que não, estávamos muito longe da meta e que íamos mesmo fazer a meia-maratona. No ponto de viragem da meia eu e o outro atleta ficámos parados a perguntar onde era o retorno da prova mais pequena ao qual nos responderam que era muito mais lá para trás (óbvio!).  De dizer uma asneiras fomos os 2 já em ritmo de descompressão (vá para 4:10 / km) fazer os últimos 6 na palheta e a ver onde poderíamos ter falhado o sinal.

Lá acabámos por encontrar o sinal que dizia onde se fazia o retorno, comigo a assegurar que eu tinha a certeza que o sinal não estava lá quando nós passámos. No fim da prova lá chegou a confirmação que só puseram o sinal depois de nós passarmos pois vínhamos muito rápido e pensaram que estavámos a fazer a meia maratona... :)

Ainda que já em modo de quem não quer saber muito do resultado disto lá acabou por ultrapassar mais 2 atletas e terminar a prova. No final deu para baixar cerca de 6 minutos em relação ao tempo da Movie Madness Half Marathon com a condicionante que os últimos 6 kms foram feitos quase na tanga.

Depois de corrigidos os tempos da meia maratona dava-me um 3º lugar, com o segundo perto e que daria para o apanhar caso tivesse efectivamente arrancado na altura certa... Bom, não foi mau, nem foi super óptimo, mas é mais um passo de evolução.

Agora irei fazer mais um teste, mas desta vez aos 10 km. Espero que tenha companhia para poder esticar um pouco no ritmo.

Até à próxima bons treinos e melhores corridas :)