terça-feira, 22 de julho de 2014

O grande objectivo

Pois é, aproxima-se a passos largos o final desta temporada de atletismo para mim e nada melhor do que acabar com o maior desafio que alguma vez me propôs a completar.

No próximo dia 10 de Agosto irá decorrer, próximo da zona onde eu moro, a ENDURrun. Esta, é uma prova composta por 7 etapas realizadas em apenas 8 dias. Esta prova tem a designação de “Tour de France of Running” e no total contabiliza 160 km cronometrados, ao logo das 7 etapas. Entre as provas a disputar encontra-se uma corrida de corta-mato de 30 km e uma maratona no último dia.

Nos dois posts seguintes (a serem apresentados nas próximas duas semanas) irei descrever a totalidade das etapas e mostrar como estão a correr os treinos.

Nas últimas semanas tenho vindo, de acordo com as indicações do meu treinador, a aumentar o volume de treinos de modo a poder apresentar-me na melhor forma possível na prova. De modo a não sobrecarregar muito os joelhos a maioria dos treinos são feitos em relva ou corta-mato, com o mínimo de estrada possível. Sempre que há planeado trabalho de ginásio aproveito para fazer o aquecimento de bicicleta, fazer o treino e depois sim fazer o trabalho de reforço muscular.

De modo a suportar toda a quilometragem que está planeada até à prova e durante a mesma aproveitei para comprar os novos Nike Lunar Glide 6, no seguimento dos cerca de 5 pares da mesa coleção (Lunar Glide) que venho usando devido ao elevado amortecimento que providenciam.
 
O novo "brinquedo"


Obviamente que no primeiro treino que for fazer em corta-mato lá se vão as cores bonitas, mas isso é outra história.

Nas últimas 2 semanas fiz um total, em cada semana, de cerca de 100 km de treino efectivo, ou seja, excluindo aquecimentos e retornos à calma. Tais treinos englobaram ainda 2 dias com treinos bi-diários onde se encaixavam sessões de séries ou de rampas e um treino longo para começar a fazer a habituação à ingestão de géis durante as corridas longas. Devo dizer que o primeiro teste não foi o mais positivo, mas trata-se de uma questão de experimentar e ver qual o melhor produto para cada um.

Hoje foi o primeiro dia de descanso após 3 semanas sem qualquer paragem e devo confessar que é normalmente nos dias de descanso que me sinto mais preso do que nos dias de treinos mais puxados.

Com a elevada carga a que tenho sido submetido as sessões de massagem são essenciais para recuperar e ajudar no bom desenvolvimento das sessões de treino. Felizmente consegui encontrar uma clínica que aceito patrocinar-me durante esta prova. O responsável da clínica aceitou o meu pedido. Trata-se de uma pessoa com muita experiência (já trabalho com o atleta olímpico e recordista canadiano dos 25 km) na área e que além da massagem me ajuda na flexibilidade de modo a rentabilizar e a potenciar o treino que vou fazendo. Além disso dá sempre umas dicas de modo a introduzir novas variantes no treino para não ficar saturado de fazer sempre a mesma coisa.

Uma dessas indicações prende-se com a utilização de uns rolos de plástico após os treinos que devem ser passados nas várias zonas musculares de modo a soltar os músculos e a alivar qualquer desconforto que por vezes se sente. Aquele que deve ser o mais importante, e também o que dói mais, é o realizado sobre a banda iliotibial. É um apetrecho barato e que dá imenso jeito. Aqui fica um bom exemplo de como utilizar o rolo  http://www.runnersworld.com/running-tips/roll?page=single

E pronto na próxima semana irei fazer uma revisão um pouco detalhada da primeira metada da ENDURrun e um resumo dos treinos que tenho vindo a fazer para preparar esta prova.

Até à proxima, continuação de bons treinos e melhores corridas.

Um abraço.

João



4 comentários: